O que donos de supermercado precisam saber sobre formas de pagamento


As formas de pagamento referem-se aos meios que uma loja adota para receber o pagamentos dos clientes. Em supermercados, elas são a possibilidade do consumidor comprar alguma coisa e pagar de diferentes maneiras na hora do caixa.

Mas afinal, o que mais  elas  podem representar? Será que vale a pena ampliar as opções de pagamento em um supermercado? Quais são as formas de pagamento mais utilizadas pelo varejo? O objetivo deste texto é justamente tratar dessas questões.

 

O que as formas de pagamento significam para o consumidor?

As formas de pagamento também podem ser consideradas um benefício para o cliente. Afinal, ao comprar alguma coisa no seu supermercado, o consumidor tem a chance de escolher como vai pagar pelo produto. Sendo assim, ele pode usar cartão de crédito e evitar gastar um dinheiro momentaneamente.

 

Quais são as vantagens da forma de pagamento?

A primeira vantagem é que elas ajudam aumentar a frequência de compra dos clientes. Lembrando que nem sempre o consumidor tem condição de pagar à vista. Mas com a possibilidade de comprar com outros meios, como cartão de crédito, ele poderá comprar mais vezes, sem precisar ter dinheiro na carteira.

Além disso, as formas de pagamento possibilitam o cliente aumentar o valor da transação comercial, ajudando o supermercado a vender mais. Às vezes o dinheiro que o consumidor tem não é o suficiente para ele fazer uma compra grande. É nessa hora que ele pode recorrer a um cartão para gastar mais e encher o carrinho.

 

Quais formas de pagamento  supermercados podem aceitar?

Embora existam diversas formas de pagamento, como boleto, cheque e depósito bancário, existem aquelas que são as mais indicadas para supermercados. Abaixo listamos as principais que o seu estabelecimento pode aceitar:

  • Pagamento à vista: ele acontece quando o cliente compra o produto e quita o débito na mesma hora, geralmente usando dinheiro;
  • Cartão: há 3 tipos deles. O cartão de crédito comum, o cartão próprio da loja ( que usam linhas de crédito concedidas pelo banco) e o cartão de débito, em que o cliente usa o dinheiro que está disponível na sua conta pessoal;
  • Vale-alimentação: é um valor mensal disponibilizado por empresas a seus colaboradores, para que eles possam comprar produtos alimentícios em supermercados;
  • Fiado: uma forma de pagamento muito antiga, o fiado é quando o cliente compra o produto e combina com o dono do estabelecimento a quitação da dívida para outra data.

 

O que mais preciso saber sobre as formas de pagamento?

Graças à medida provisória 764/2016, agora o comerciante pode diferenciar o preço para compras em pagamento à vista e cartão de crédito. O requisito legal para isso é que ele especifique para o consumidor em quais meios de pagamento o desconto é válido.

Em caso de parcelamento corrido de juros, deve-se informar o consumidor sobre esse aumento. A informação deve conter dados sobre a taxa de juros utilizada, os acréscimos, o número de parcelas e a  soma total dos parcelamentos.

 

Receba mais dicas

Este texto falou sobre as formas de pagamentos em supermercados, mas também compartilhamos outras dicas aqui no blog. Geralmente falamos sobre marketing, organização do ponto de venda, equipamentos e muito mais.

Gostaria de ficar por dentro desses conteúdos? Bem, convidamos você a se inscrever no nosso blog! Desse modo, manteremos você atualizado sobre os novos artigos.

Conteúdo Relacionado


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *